Dicas Saudaveis

13 Dicas para comer Saudável sem ir à Falência

Esta é um artigo que faz muito tempo queria escrever. Trago 13 Dicas para comer Saudável sem ir à Falência.
Todos os dias oiço que comer saudável é muito mais caro.
É certo que os alimentos biológicos são mais dispendiosos que os normais de supermercado. Mas porque não comprar ao produtor local produtos orgânicos também com excelente qualidade?
Também sei que um pacote de massa enche muita gente e que uma couve-flor sai mais dispendiosa para fazer um “arroz”, mas convém analisar que também não compramos aquelas “porcarias” processadas e empacotadas. 

As “Farinhas” usadas em Paleo também são mais caras que um pacote de farinha de Trigo… mas devem ser usadas ocasionalmente e não diariamente… e são, eu diria, perfeitamente dispensáveis para quem tem uma maior dificuldade na gestão do orçamento familiar…

 

 

Deixo então 13 Dicas para comer Saudável sem ir à Falência:

 
  • Definir um orçamento semanal: Se dentro do seu orçamento familiar definir um orçamento semanal para alimentação será mais fácil gerir as suas compras sem gastar todo o Budget na primeira semana do mês.

 

  • Fazer a ementa da semana: Planear a ementa semanal é essencial para poupar. Desta forma apenas necessitará de comprar o que necessita realmente.
 
  • Fazer compras semanalmente: Não sei se muitos de vós estão ou não habituados a fazer as compras do mês… mas os legumes e as frutas têm um prazo de validade curto… se fizermos as compras semanalmente conseguiremos comer sempre legumes e fruta frescos, com qualidade e evitamos que se estraguem, não desperdiçando nada.
 
  • Comprar comida de verdade: Vamos deixar de comprar refrigerantes, cereais de pequeno-almoço, bolachas, empacotados e com esse dinheiro vamos comprar comida de verdade.
 
  • Comprar fruta e legumes da época: são mais saborosos e por norma mais baratos. (podem ler sobre isto AQUI)
 
  • Comprar produtos locais e ao produtor: Normalmente comprar a produtores locais sai sempre mais barato e conseguimos produtos de qualidade a um preço bem mais baixo.
  • Comprar os frescos em mercados e feiras: Muitas vezes é nos mercados e feiras que conseguimos adquirir os produtos aos produtores locais… São também por norma produtos mais frescos e mais baratos e mesmo não conseguindo produtos biológicos nestes mercados conseguimos facilmente produtos orgânicos.
 
  • Cabaz Semanal: Em muitas zonas do país existem produtores que distribuem cabazes ao domicilio. Por norma conseguimos uma panóplia de legumes e fruta a um preço em conta depois é só adaptar a ementa semanal ao cabaz da semana.
 
  • Comprar um produto mais caro todos os meses: Há produtos que usamos que são realmente mais caros que os convencionais, por exemplo o óleo de coco, bom azeite, farinha de amêndoa, entre outros, também são normalmente produtos que duram mais na despensa… Opte por escolher um desses produtos para comprar a cada mês.
 
  • Comprar em quantidade e a granel: Frutos secos, Farinhas, etc… saem muitas vezes mais baratos quando comprados a granel… aproveite.
 
  • Adaptar receitas: Se quando lerem a receita que querem fazer os produtos que contêm são muito caros, façam adaptações por ingredientes mais baratos.  Por exemplo se a receita manda usar frutos vermelhos porque não tentar adaptar e usar uma maçã?
 
  • Fazer algumas refeições sem carne ou peixe: estes são os alimentos mais caros e os mais consumidos. Se fizer algumas refeições sem eles vai ver que consegue refeições mais baratas. Porque não fazer uma refeição de sopa e com ovos (numa das suas 1001 formas) a acompanhar

 

  • Aproveitar Promoções: Esteja atento às promoções. Por norma todas as semanas os supermercados emitem a lista de promoções em vigor. Veja se consegue gerir a sua semana por forma a aproveitar as promoções semanais.

 

Deixe o seu comentário